Notícias e eventos

Biblioteca Universitária recebe coleções de personalidades da dramaturgia e da literatura

Carla Pedrosa

 

A Divisão de Coleções Especiais e Obras Raras da Biblioteca Universitária (Dicolesp) recebeu, recentemente, mais duas preciosidades: a coleção doada pelo diretor e dramaturgo João das Neves e a coleção de Maria Luiza Ramos, professora emérita da Faculdade de Letras da UFMG.

“Receber essas coleções é importante para preservar os documentos que testemunham a vida intelectual e profissional de João das Neves – com sua atuação na dramartugia brasileira, enquanto diretor de teatro – e de Maria Luiza Ramos, enquanto pesquisadora do campo das Letras e artes no Brasil”, explica Diná Araújo, coordenadora da Dicolesp.

Entre os cerca de oito mil itens da coleção doada por João das Neves, encontram-se fotografias de peças teatrais, cadernos de viagens do dramaturgo, materiais audiovisuais, livros e vasta documentação do Teatro Arena, no Rio de Janeiro.


Coleção João das Neves - Foto: Carla Pedrosa

Todo o acervo revela a paixão e comprometimento que o autor, ator e diretor brasileiro sempre teve pelo teatro e ainda mantém, nos seus mais de oitenta anos de vida. Engajamento este expresso em obras que retratam questões socioculturais do Brasil. Como escreve a dramaturga e diretora Cida Falabella, em texto divulgado no catálogo do Festival de Inverno deste ano: “Operários, negros, índios, sertanejos, gente comum que não é vista nos palcos: é dessa matéria viva e pulsante que o teatro de João das Neves se alimenta, com o intuito de transformar e interferir na realidade”.

Coleção João das Neves - Foto: Carla Pedrosa

Já na coleção de Maria Luiza Ramos, professora emérita da Faculdade de Letras da UFMG, há importantes obras da literatura brasileira. Várias delas têm dedicatórias de Carlos Drummond de Andrade, Lygia Fagundes Telles, João Guimarães Rosa, entre outros importantes escritores. 

Coleção Maria Luiza Ramos - Foto: Carla Pedrosa

Drummond, de cuja obra Marilu era estudiosa, em uma das muitas dedicatórias a ela enviada, revela a proximidade que tinham: “À Maria Luiza, com a fiel admiração e a simpatia de Carlos Drummond de Andrade. Rio de Janeiro, dezembro de 1954”. Em outra, de1978, escreveu:

 
Coleção Maria Luiza Ramos - Foto: Carla Pedrosa

“Era interesse de minha mãe doar sua biblioteca à UFMG, casa em que construiu sua vida profissional e que sempre a prestigiou. Ela mesma tomou a iniciativa de selecionar os livros e encaderná-los, tendo o cuidado de preservar suas capas originais. Marilu era uma pesquisadora entusiasmada. Teve papel fundamental na criação do programa de pós-graduação na Faculdade de Letras e foi pesquisadora do CNPq até o fim de sua vida”, lembra Glaura Lucas, professora da Escola de Música da UFMG. Filha de Maria Luiza, foi Glaura quem intermediou a doação do acervo para a Dicolesp.

Além da biblioteca com três mil livros, integram a coleção de Marilu correspondências com escritores, matérias jornalísticas, rascunhos e artigos não publicados, placas e medalhas honoríficas, entre outros documentos.

Ambos os acervos – de João das Neves e de Maria Luiza Ramos – estarão disponíveis para consulta na Dicolesp a partir de novembro deste ano. A Divisão de Coleções Especiais e Obras Raras está localizada no quarto andar da Biblioteca Central da UFMG. Mais informações pelo telefone (31)3409-4615 ou pelo e-mail This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

Joomla templates by a4joomla