Notícias e eventos

Help desks do Portal de Periódicos se reuniram em semana de atividades na CAPES

Notícia publicada no site do Portal de Periódicos da Capes em 13/06/2017

A Coordenação-Geral do Portal de Periódicos da CAPES convidou os bibliotecários help desks, que atuam de forma voluntária no atendimento a usuários da biblioteca virtual, para participarem de uma semana de atividades na sede da CAPES, em Brasília. O encontro ocorreu de 5 a 9 de junho e contou com uma ampla agenda, principalmente focada na análise de conteúdos e elaboração de notas técnicas.

A equipe de help desks é composta por bibliotecários altamente capacitados no uso das ferramentas do Portal de Periódicos. São interlocutores da CAPES que estão mais próximos do público-alvo para prestar informações sobre os treinamentos, o acesso, os recursos de pesquisa, os tipos de conteúdos, dentre outros temas relacionados ao universo da pesquisa e do próprio Portal. 



A coordenadora-geral do Portal de Periódicos, Elenara Almeida, fez a abertura do evento com uma apresentação do atual cenário do programa. Explicou a recente reorganização de atividades internas da CAPES, onde a administração de contratos com os editores é conduzida pela Diretoria de Gestão (DGES), mais especificamente pela Coordenação-Geral de Recursos Logísticos (CGLOG).

“A análise, a avaliação, a verificação e a justificativa do conteúdo contratado permanecem como responsabilidade do Portal de Periódicos, enquanto a parte de gerenciamento dos contratos é encargo da Diretoria de Gestão”, detalhou Elenara. A coordenadora-geral pontuou a importância da Reunião de Help Desks nessa perspectiva: “contamos com vocês para compor nossa equipe e auxiliar no trabalho de definição e delimitação do que precisa ser contratado. Vocês estão nas pontas do processo e quem vai utilizar o produto está nas instituições das quais vocês fazem parte”.

Outro ponto apresentado foi a ação da CAPES de ingressar no movimento Open Access 2020. “Em abril deste ano, o professor Abílio Neves (presidente do órgão) assinou a carta de intenção para participar dessa iniciativa internacional, tornando a CAPES uma das 83 instituições no mundo que estão trabalhando nessa direção”, esclareceu.



“No âmbito do Portal, isso significa que vamos continuar acessando o mesmo conteúdo que temos disponível hoje, mas de outra forma. A ideia é não pagar para ler o conteúdo, mas sim para publicar os trabalhos. O esforço seria para que as taxas dos autores para publicação de artigos fossem pagas por agências de governo ou agências que financiam a pesquisa e a pós-graduação”, complementou Elenara.

Durante o evento, o Diretor de Bolsas e Programas no País, Geraldo Nunes Sobrinho, deu as boas-vindas ao grupo e falou sobre a atuação da biblioteca virtual da CAPES: “falar sobre a importância do Portal é redundante; vocês todos sabem como essa ferramenta se tornou relevante para o sistema de pós-graduação e, certamente, a participação de vocês é fundamental nesse processo”. 

Geraldo Nunes agradeceu aos help desks e pediu apoio para prosseguir e ampliar o serviço prestado à comunidade acadêmica e científica brasileira: “o fato de vocês serem voluntários dá um valor agregado muito maior à causa. Sem a participação de vocês, a gente teria muito mais dificuldade para fazer a difusão do Portal. Esperamos que vocês atuem como vetores para aprofundar cada vez mais a boa utilização e a melhoria dos conteúdos, para valer a pena aquilo que os contribuintes pagam por ele”.



Cada help desk teve a oportunidade de fazer um relato da experiência de atendimento às instituições e aos usuários. Os profissionais levantaram pontos em comum, como necessidade de treinamentos locais presenciais, em complemento à capacitação online oferecida pela CAPES, e esclarecimentos recorrentes de dúvidas sobre pesquisa bibliográfica, recursos e conteúdos disponíveis, acesso remoto via Comunidade Acadêmica Federada (CAFe) e funções do “Meu Espaço”.

A bibliotecária Mônica Santos, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) – help desk da região Nordeste –, levantou a importância da acessibilidade para públicos com deficiências e necessidades especiais. “Foi uma novidade para mim fazer atendimento a uma usuária surda. Essa aluna não sabia, por exemplo, o que significava a palavra ‘assunto’, pois para ela o termo é ‘tema’. Eu achava que todos os deficientes auditivos sabiam sua língua nativa, mas eles aprendem libras; alguns são bilíngues – aprendem português e libras –, mas não são todos”.

O evento contemplou outros tópicos, como desenvolvimento de coleções, índices de reajuste dos contratos, estatísticas de acesso, comunicação e acesso remoto. Um dos destaques foi o debate sobre a possibilidade de criação de uma portaria normativa para institucionalização da atividade de help desks do Portal de Periódicos. Ao longo da semana, o grupo se concentrou em realizar análise do conteúdo assinado, elaboração de notas técnicas e treinamento no sistema de coleções do Portal.

Joomla templates by a4joomla